Últimas Notícias

 
 

Páginas: 

 

29

Ago

2017

 

Gabarito Provão ENEM 2017

Gabarito Provão ENEM 2017

Saiu o gabarito da segunda edição do Provão ENEM.

Acesse o link e confira o gabarito: http://colegiomotivo.com.br/ 

29

Ago

2017

 

Provão ENEM 2017

Provão ENEM 2017

Sábado passado, dia 26, em todas as unidades do Colégio Motivo, aconteceu a segunda edição do Provão ENEM.Ela é uma prova aberta ao público e gratuita destinada aos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio, que aborda os temas do ENEM, foi desenvolvida para ser um teste prévio, e te ajudar a entender como melhorar o seu desemprenho quando fizer o ENEM para valer.

A prova serve para testar seus conhecimentos e comparar seu desempenho com o de outros alunos da sua cidade e do Brasil, identificando em quais habilidades/conteúdos você está obtendo sucesso e em quais ainda precisa melhorar. Assim, poderá focar nos estudos até o ENEM acontecer de verdade.

Os resultados serão divulgados no dia 15 de setembro.

Para mais informações, acesse: http://www.enemprovao.com.br/inscricoes/faq

 

28

Ago

2017

 

Base Nacional Comum Curricular

Base Nacional Comum Curricular

 

EDUCAÇÃO EM PAUTA

 

A Base Nacional Comum Curricular define os conhecimentos e habilidades essenciais que todos os estudantes brasileiros têm o direito de aprender, ano a ano, durante sua trajetória na Educação Básica.

Site: www.movimentopelabase.org.br

 

Por que ter uma Base Nacional Comum?

Adotar uma base curricular comum é fundamental para reduzir as desigualdades educacionais de uma nação. Ao definir o que é essencial ao ensino de todos os alunos em cada uma das etapas da vida escolar, as expectativas de aprendizado e critérios de qualidade ganham transparência e podem ser aplicadas e cobradas com maior eficiência.

 

Na prática, o que isso significa?

Com a Base Nacional Comum, pais e responsáveis terão acesso, de forma transparente, aos conhecimentos e habilidades que os alunos deverão saber ao final de cada ano letivo. Isso facilitará tanto o papel da família, que acompanhará mais de perto o desempenho dos filhos, como também dos professores, que planejarão melhor as aulas, as trocas de experiências e as avaliações, identificando deficiências e soluções com mais agilidade.

 

Só o Brasil está fazendo isso?

Não. A adoção de uma base comum é uma tendência internacional.

Austrália, Chile, Reino Unido e Estados Unidos são alguns dos países que construíram e implementaram recentemente uma base curricular nacional, com o objetivo de ajudar a diminuir as desigualdades educacionais e melhorar a qualidade da Educação.

 

Como está o processo de criação da Base no Brasil?

O Ministério da Educação (MEC) iniciou a redação do documento em 2015, em colaboração com membros das secretarias municipais e estaduais de educação, acadêmicos especialistas nas disciplinas e professores da Educação Básica.

Em setembro de 2015, o MEC publicou a primeira versão da Base. O documento foi aberto para que qualquer cidadão pudesse fazer comentários, sugestões ou críticas. A consulta pública foi encerrada em março de 2016, com mais de 12 milhões de contribuições por meio do site http://basenacionalcomum.mec.gov.br.

A segunda versão da Base, redigida de acordo com essas contribuições e com o debate público, foi apresentada pelo MEC em maio de 2016.  O texto foi analisado entre junho e agosto em seminários realizados em todos os estados. Organizados pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e pela União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), os seminários reuniram mais de 9 mil participantes, a maioria professores, que puderam fazer sugestões de mudanças. Essas contribuições foram sistematizadas em um relatório, entregue ao MEC em 14 de setembro de 2016.

A terceira versão do texto da Base, redigida a partir das recomendações dos seminários, foi entregue ao Conselho Nacional de Educação (CNE) em 6 de abril de 2017. O CNE irá realizar audiências públicas entre junho e outubro de 2017 para emitir um parecer. O documento volta então ao MEC, para homologação. Começa a fase de implementação: a expectativa é de que a Base chegue nas salas de aula em até dois anos depois da homologação.


 

COMO ACONTECE NO COLÉGIO MOTIVO?

 

Sabemos que, na educação, as transformações demoram a acontecer, em alguns casos, são necessárias décadas para que ocorra algo que seja relevante.  Nos últimos 25 anos, tivemos uma aceleração das mudanças que acontecem no mundo, o que leva a criar um abismo entre o que ocorre em sala de aula e o que é vivenciado fora dela.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) irá proporcionar uma transformação na educação de forma mais ordeira, garantindo uma maior igualdade ao nosso país, de enorme extensão territorial.

No Colégio Motivo, estamos sempre atentos aos avanços educacionais e começamos, em 2015, a repensar nosso currículo. Nesse mesmo ano, o governo também iniciou a discussão sobre o novo momento da educação e, mesmo sem termos tido acesso à primeira versão da BNCC, o que foi construído no Motivo coaduna com as aspirações que vêm sendo trazidas por esse documento.

A Base fala de uma valorização das Competências Socioemocionais, que nunca antes haviam sido citadas. Em 2016, em nossa primeira reunião de pais em nossas unidades, divulgamos o perfil do Aluno Motivo que queremos formar: um aluno Potente, cognitivamente preparado para, ao fim da Educação Básica, escolher o percurso que deseja seguir. Seja ele um futuro artista plástico ou engenheiro do ITA, em ambas as escolas, a preparação é fundamental. Essa é uma diretriz seguida pela maioria das escolas com bons resultados no vestibular, como a nossa. Mas, aqui no Motivo, entendemos que o futuro dos nossos alunos vai exigir outras habilidades além do conhecimento, por isso nos preocupamos com outras 4 competências necessárias, além dessa potência: formamos um aluno que é também Colaborativo, Ético, Protagonista e Responsável.

O que queremos com um Aluno Colaborativo?

 Jovens profissionais com bons currículos não têm se adequado ao mercado de trabalho pelo aspecto comportamental. Os adolescentes de hoje em dia, muitas vezes habituados a ter um mundo só deles e quase sempre “protegidos” por uma tela de vidro, desenvolvem pouco a competência da convivência, o que os torna algumas vezes pouco colaborativos. Dentro de nossas salas de aula, cabem aos nossos educadores o estímulo e orientação para que eles desenvolvam essa competência, entendendo que juntos podemos mais, seja ajudando ou aceitando a ajuda.

O que queremos com um Aluno Ético?

Temos vivenciado, em nosso país, um triste cenário no qual as pessoas que deveriam lutar por um Brasil melhor estão nos saqueando, deixando pessoas morrerem nas filas de hospitais, enquanto enriquecem de maneira ilícita. Quando observamos quem são os nossos governantes, verificamos que, na sua grande maioria, são formados em grandes universidades e escolas de ponta, muitas vezes com formação internacional, mas apesar de serem pessoas Potentes, não desenvolveram a Ética e não compreendem que a ausência de uma fiscalização não é uma autorização para o roubo. Trabalhamos em nossos alunos e valorizamos a importância de serem corretos e éticos em suas atitudes.

O que queremos com um Aluno Protagonista?

Quantas vezes você já observou seu filho tentando resolver uma situação difícil em que se encontrava e, com o intuito de ajuda-lo, acabou interferindo sem deixar que ele mesmo tivesse tempo suficiente para que conseguisse chegar sozinho à solução? Momentos como esse também acontecem em nosso cotidiano escolar, e nossos educadores devem estimular o empoderamento e o protagonismo do aluno frente à situação na busca de soluções por meio de diversos caminhos. E, quando não conseguirem, possam entender que uma derrota não é um ponto final, mas sim uma vírgula para a reconstrução do processo.

O que queremos com um Aluno Responsável?

Essa competência socioemocional reúne ações ligadas a todas as outras acima citadas. Trabalhamos com os nossos alunos a consciência de que, mesmo sendo ainda crianças ou adolescentes, eles possuem responsabilidades proporcionais à sua idade, aos seus atos, às suas atitudes e decisões.

O desafio da educação no século XXI é enorme e, por isso, torna-se muito importante a discussão sobre como podemos transformá-la. As iniciativas devem promover orientações que atendam esse novo cenário. Nesse sentido, a BNCC nos desafia a pensar de forma nova a educação trabalhada hoje junto a alunos que são completamente diferentes dos estudantes das décadas anteriores.

 

28

Ago

2017

 

VESTIBULAR DEVRY BRASIL

VESTIBULAR DEVRY BRASIL

Inscrições abertas para vestibular da Devry Barsil FBV.

05

Nov

2016

 

Enem- Resoluções

Enem- Resoluções

 Enem - resolução da questão 81 da prova cor branca

30

Jan

2015

 

Listão UPE 2015

Clique no link abaixo e confira o resultado.

Vestibular 2015 UPE 

29

Jan

2015

 

Listão da UPE sai na sexta-feira

Na próxima sexta-feira (30) a Universidade de Pernambuco (UPE) promete colocar um ponto final na ansiedade dos feras. Às 13h a universidade vai divulgar o listão com o nome dos aprovados no Sistema Seriado de Avaliação (SSA) e do vestibular tradicional.

Antes, ao meio dia, a universidade vai divulgar os nomes dos melhores colocados. Este é o último listão da UPE, que a partir deste ano também adotará o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação, principal acesso ao ensino superior público no país.

Fonte: Diario de Pernambuco

11

Dez

2014

 

CONCURSO DE BOLSA 2015

Estão abertas as inscrições para os alunos que desejam concorrer a uma bolsa de estudos para os cursos preparatórios do Colégio MOTIVO, em 2015.

Além do Pré-ENEM, o MOTIVO oferece, também, os cursos preparatórios para as provas mais concorridas do País, como ITA/IME e AFA/EFOMM.

Esta é a sua oportunidade de se preparar com o Colégio que possui os maiores índices de aprovação nos vestibulares.
A prova será realizada no dia 13/01, às 14h, no Colégio Motivo.
 
Aguardamos você.

09

Nov

2014

 

Resolução da Prova do ENEM 2014

 Nossa equipe de professores já está a postos para resolução das provas do ENEM. Confiram AQUI.

   1Dia

   HISTÓRIA – Axel Alves, João Carlos e Rodrigo Pessoa.

   GEOGRAFIA – Anderson Leineker e Wagner Souza

   FILOSOFIA e SOCIOLOGIA – Mário Souza

   FÍSICA – Carlos Japa, Diego Mendonça, Luciano Florêncio, Rogério Andrade e Wellington de Jesus

   QUÍMICA – Douglas Mendonça, Edilson Gomes, George Verçoza e Gilberto Mesquita 

    BIOLOGIA – Aderbal Araújo, André Maia , Henrique Araújo e Marco Gaudêncio  

   2Dia

     LÍNGUA PORTUGUESA - Alixandra Almeida, Cleonice Rabelo, Deyvson Pereira, Everton Silvestre,              Graça Migliorini, Lígia Rocha, Mário Sérgio, Mônica Soares, Patrícia Florêncio e Rosângela Bezerra.

     INGLÊS - Inglês - Henrique Pinto e Otacílio Barreto

     ESPANHOL - Rogério Machado

      MATEMÁTICA - André Paegle, Tiago Guimarães, Rui Lima, Valdemar Santos

 

 

25

Set

2014

 

Data das provas dos vestibulares:

Data das provas dos vestibulares:

 Confiram o calendário de provas dos vestibulares.

 

Páginas: